O Berçário é o início de um ciclo onde as crianças fazem as primeiras aprendizagens: as Salas/falfosa Rosa, Verde e Amarela são representativas dos AFECTOS.
É a festa da vida onde as crianças podem avançar no seu desenvolvimento com todo o equilíbrio, pois encontram um ambiente emocionalmente rico, onde poderão fazer uma vinculação segura com novos adultos. Os adultos são como o sol que toca e aquece cada criança com o seu sorriso, energia e alegria; as crianças são como as pétalas de uma flor que ao serem aquecidas pelo sol libertam diariamente um pouco do seu aroma permitindo-nos ter um feedback do seu desenvolvimento.
Na sala Azul tal como o mar também as crianças são pequenas ondas que se movimentam – transmitem muita ENERGIA.
Enrolam, arrastam, levantam e caminham ao sabor da curiosidade, adquirindo saberes e formas de estar com uma energia própria desta faixa etária. O movimento é a grande competência em aquisição e desempenha um papel primordial na aprendizagem porque permite à criança ser autónoma e livre nas suas explorações.
Todas as árvores precisam de um bom solo para crescerem saudáveis. Na sala dos Pinheiros as crianças são como uma raiz que absorve tudo à sua volta. Esta raiz tem de ser acarinhada, aquecida e regada para se tornar forte.
É a fase das primeiras regras e do início das primeiras RELAÇÕES SOCIAIS, onde expressam emoções, sentimentos e necessidades. Aqui, as crianças crescem à medida que fazem amizades.
Na sala dos Limoeiros as crianças são como um tronco que através de novas aprendizagens vão crescendo e formando ramificações. Os ramos tentam alcançar tudo em seu redor e os adultos revelam cuidado ao podá-los para os encaminhar e fortalecer no seu crescimento.
É a fase da LINGUAGEM E da COMUNICAÇÃO. As crianças constroem um sistema de comunicação que as integra na sociedade onde misturam gestos, sons, palavras e expressões.
Na sala das Macieiras as crianças são como as folhas sempre a dançar ao vento e a captar a luz do sol, cheias de energia e alegria. O adulto tenta manter as folhas sempre com o seu brilho natural.
Como na fotossíntese onde há trocas gasosas, também as crianças partilham vivências que lhes permitem brincar no mundo mágico do faz-de-conta – aquisição muito importante que é a REPRESENTAÇÃO CRIATIVA.
Na sala das Alfarrobeiras as crianças são como as flores: cada uma é especial e tem um aroma, uma cor, uma forma própria. O adulto proporciona-lhe carinho, atenção e estimulação para fazê-las desabrochar.
Nesta idade são muito curiosas, enérgicas e estão sempre ávidas de grandes explorações e desafios. É o início da sua AUTONOMIA e AUTOCONFIANÇA.
As crianças são como um fruto que está cada vez mais amadurecido e suculento. Tal como o fruto tem um sabor e textura únicos, também a criança revela características muito próprias.
As aprendizagens, o saber estar e o saber fazer estão cada vez mais consolidados e a SOCIALIZAÇÃO está ao rubro. Revelam sentido de humor, capacidade de memorização e criam brincadeiras cada vez mais complexas.